Catadores(as) e a Metrópole

Identidade, processo e luta

Livro retrata identidade e luta de catadores de materiais recicláveis na cidade de São Paulo

A produção independente “Catadores(as) e a metrópole” será lançada neste próximo sábado (29/06) em debate, às 14h30, no Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos

Num determinado dia de fevereiro de 2012, Avelino da Costa acordou, se arrumou para o trabalho, e tomou a pé o caminho da Cooperativa de Reciclagem de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis (Coorpel), a algumas quadras de sua casa, no bairro da Luz, centro de São Paulo.

Ao chegar, o catador vestiu o jaleco azul, as botas impermeáveis e colocou as luvas, equipando-se para a separação dos materiais recicláveis que haviam chegado no fim da tarde do dia anterior. Com 50 anos de idade, Avelino trabalha como catador há 30 anos e foi um dos fundadores da primeira cooperativa do país: a Coopamare, hoje instalada no bairro paulistano de Pinheiros.

Interrompido por dois jornalistas, o coordenador da Coorpel parou suas atividades para contar algumas de suas histórias na cooperativa e sobre o dia a dia da época em que trabalhava na rua, andava 20 quilômetros e carregava cerca de 800 quilos de materiais recicláveis por dia em sua carroça.

Quando entrevistado, Avelino já não precisava mais realizar a coleta no chamado “porta a porta” das casas, nem nos comércios e empresas do centro de São Paulo. O local em que passou a trabalhar, a Coorpel, é um projeto de reinserção de pessoas em situação de rua  por meio do do trabalho com reciclagem, artesanato e realização de oficinas e que faz parte do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos, também localizado no bairro da Luz.

O catador Avelino, cuja vida ilustra um pouco da trajetória dos catadores de materiais recicláveis da cidade de São Paulo, foi o primeiro personagem encontrado pelos jornalistas Gabriel Salgado e Thiago Teixeira. A pesquisa, que se iniciava no início de 2012, durou um ano e descobriu histórias como a da catadora mais antiga do Brasil, Tereza Felipe Costa, 73 anos, e seus mais de 40 filhos adotivos e percorreu diferentes pontos da capital paulista: de cooperativa no Jardim Itapema, na zona leste, ao bairro do Perus, na região noroeste da cidade.

DSC05711

Algumas das histórias e testemunhos que Gabriel e Thiago ouviram estão reunidas no livro “Catadores e a metrópole: identidade, processo e luta”. Nesta produção, também estão expostas deficiências e desafios para a gestão dos resíduos sólidos produzidos, além de diferentes perfis de catadores e suas lutas por direitos e por autonomia.

No contexto da metrópole, dados oficiais apontam, por exemplo, que a porcentagem de materiais efetivamente reciclados não passa de 2% das 17mil toneladas de resíduos produzidas todos os dias. Segundo depoimentos de gestores públicos, esta quantidade só foi alcançada a partir do trabalho dos cerca de 20 mil catadores de materiais recicláveis da cidade.

O livro conta também com um ensaio fotográfico assinado pela fotógrafa Maria Júlia Carvalho, que registrou catadores autônomos trabalhando no centro da cidade e de cooperativas como a Nova Esperança, ou a Cooperfiladélfia, ambas na zona leste de São Paulo. O preto e branco dos retratos de Maria Júlia dão rosto a mulheres e homens que abriram suas casas e suas vidas para contar como é ser catador na agitada metrópole paulistana.

“Catadores e a Metrópole: Identidade, Processo e Luta” é uma produção independente que será lançada neste sábado (29/06), às 14h30, no Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos, na Rua Don Rodó, 140, na Ponte Pequena. Próximo ao Metrô Armênia. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato por meio dos e-mails gabrielmaiasalgado@gmail.com e thiago.teixeira-unesp@hotmail.com. Veja também o site do projeto e baixe o PDF do livro.

Foto: O catador Avelino da Costa demonstra como realiza a triagem de materiais na Cooperativa de Reciclagem de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis (Coorpel), hoje renomeada como Reviravolta.
Anúncios

Que que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Caçamba

%d blogueiros gostam disto: