Catadores(as) e a Metrópole

Identidade, processo e luta

Estréia de Andaluz é Sábado na TV Cultura

ANDALUZ, na Tv Cultura

TELEFILMES 2010 - ANDALUZ

Inspirada em fatos reais ocorridos em 2008, a história retrata um período de quatro dias na vida de Andaluz, albino, carroceiro e morador de rua, que foi testemunha de acontecimentos assombrosos no Mosteiro da Luz, quando uma parede interna do Museu de Arte Sacra é demolida para uma descoberta surpreendente.

Diretor: Guilherme Mott
Elenco: Flávio André, João Signorelli, Luciana Vendramini, Eduardo Silva, Lucélia Sérgio, Naruna Costa, Maurycio Madruga, Javert Monteiro, Henrique Streter, Gabriela Alves, Taubaté Lisboa, Wilma de Souza
Ano de produção: 2010
Classificação: 12 anos

Confira a sinopse feita pelo Aurora de Cinema:

Filme é baseado em fatos reais e tem Luciana Vendramini e João Signoreli  

Baseada em fatos reais ocorridos na cidade de São Paulo, em 2008, a história fala de Andaluz (Flávio André), um carroceiro catador de material reciclável, albino, e solitário. Ele testemunha acontecimentos assombrosos no Mosteiro da Luz, quando uma parede interna do Museu de Arte Sacra é demolida para uma descoberta surpreendente.

Perturbado com sua descoberta, Andaluz faz de tudo para desvendar o mistério, mas ninguém acredita num simples morador de rua. Enquanto luta para desvendar o mistério do Mosteiro, Andaluz mergulha em dúvidas e pesadelos que o fazem perceber existir uma verdade ainda maior a ser enfrentada: a história de suas próprias origens, de sua própria vida.

Até onde foi possível pesquisar, nunca um albino foi protagonista de um filme. Em Andaluz, abre-se a possibilidade para a discussão das dificuldades especiais desse grupo, como visão subnormal e a necessidade de uso de filtro solar, deixando-os altamente propensos a problemas de pele. Tramita inclusive no Congresso lei que obriga o Estado a distribuição gratuita de filtro solar entre os portadores de albinismo.

Outro aspecto decorrente do albinismo é que muitos são afro-descendentes, o que cria um duplo preconceito, no lar e na sociedade, pois é comum o fato de rejeição paterna ao nascimento de um albino.

Múmias do Mosteiro da Luz

Trata-se de fato extremamente raro o achado arqueológico acontecido em 2008, em pleno centro da cidade de São Paulo. E por ser recente e ainda em estudo, não havia sido abordado por nenhuma outra obra audiovisual, até agora.

 Museu de Arte Sacra

Localizado geograficamente no mesmo local que o Mosteiro da Luz, esse importante Museu, marco da capital paulista, ainda não havia sido pauta de nenhuma ficção audiovisual.

O DIRETOR 

Guilherme Motta é formado em Comunicação Social, tendo atuado como editor de jornais e revistas e também como locutor. Tem no curriculum, participações nos longas “Bahia de Corpo e Alma” e “Revoada”. Atua hoje como roteirista, diretor e editor e, atualmente, está montando o documentárioSambenê, produzindo a série “Aubiografia Digital” e escrevendo diversos roteiros para cinema e televisão. Explicitando característica multimídia, tem ainda envolvimento com teatro e composição musical.

Anúncios

Que que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 21/07/2013 por em Agenda, Na mídia.

Caçamba

%d blogueiros gostam disto: